Guia de Compra: As 7 Melhores Parafusadeiras do Mercado em 2021!

Procurando a melhor parafusadeira em 2021, e está com dificuldade de encontrar o modelo ideal para o seu caso?

Isso é bem comum, já que existem vários pontos para observar antes de escolher essa ferramenta, o que acaba confundindo a cabeça do consumidor.

Por isso o Guia do Eletro vai te ajudar nessa missão!

Parafusadeira: A fiel companheira do pessoal faz tudo! (Reprodução: CEC)

Te mostramos agora qual a melhor parafusadeira em 2021, através da análise de 7 modelos em 3 categorias diferentes:

  • Intermediária: Modelos que custam entre R$ 300 e R$ 700 em média;
  • Profissional: Modelos que custam a partir de R$ 700 em média;
  • Bom e Barato: Modelos que custam até R$ 300 em média.

 

Tabela das melhores parafusadeiras em 2021:

ImagemModelo / CategoriaOnde Comprar
Vonder PFV012I
Intermediária
Bosch GSR 7-14
Intermediária
Bosch GSB 180
Intermediária
Stanley SCH20
Profissional
Dewalt DCD796
Profissional
Vonder PFV012
Boa e Barata
Black Decker KC4815B
Boa e Barata

 

Lista da melhor parafusadeira por característica:

  • Vonder PFV012I: A melhor parafusadeira de impacto de baixo custo;
  • Bosch GSR 7-14: Melhor parafusadeira e furadeira com fio;
  • Bosch GSB 180-LI: Melhor parafusadeira Bosch em custo benefício;
  • Stanley SCH20: Uma das melhores parafusadeiras profissionais de entrada;
  • Dewalt DCD796: A melhor parafusadeira profissional;
  • Vonder PFV012: Uma das melhores parafusadeiras do tipo boa e barata;
  • Black Decker KC4815B: A melhor parafusadeira para informática.

 

Análise da melhor parafusadeira da categoria intermediária

As parafusadeiras intermediárias são aquelas indicadas se você precisa de um aparelho para parafusar móveis e equipamentos no dia a dia, mas que de vez em quando faz trabalhos manuais um pouco mais elaborados.

Elas também são as mais indicadas se você precisa de uma ferramenta híbrida (furadeira e parafusadeira), mas não precisa de algo mais avançado. Vamos a elas:

Tabela comparativa:

 Vonder
PFV012I
Bosch
GSR 7-14
Bosch
GSB 180-LI
[Celular/Tablet]
Arraste →
Níveis Torque/
Força
18+2
30 n.m
24+1
10,3 n.m
20+2
55 n.m
Limite
Perfuração
Madeira: 20 mm
Aço: 10 mm
Alvenaria: 10 mm
Madeira: 23 mm
Aço: 14 mm
Alvenaria: 10 mm
Madeira: 35 mm
Aço: 10 mm
Alvenaria: 10 mm
Mandril3/8 - 10 mm3/8 - 10 mm1/2 - 13 mm
Bateria/
Carregamento
12V - 1,3Ah
3 a 5 horas
Fio - 400W
n/a
18V - 1,5Ah
1 hora
Velocidades/
RPM
2 - 400/14002 - 400/14002 - 500/1900
Peso
Aprox
1,09 kg1,6 kg1,28 kg
ONDE
COMPRAR

 

Vonder PFV012I

A Vonder faz parte de um dos maiores conglomerados de ferramentas atuantes no Brasil, e hoje a marca tem um dos modelos intermediários mais vendidos e bem avaliados: a PFV012I.

Principais Prós:

  • Versão com impacto de melhor custo benefício;
  • Manuseio preciso e confortável;
  • Kit de acessórios completo;

Principais Contras:

  • Mandril com acabamento um pouco inferior;
  • Bateria demora a carregar;
  • Lanterna so acende com o gatilho acionado;

A PFV012I é uma excelente opção se você está procurando pela melhor parafusadeira em custo benefício. Isso porque ela tem um dos melhores desempenhos e um conjunto de acessórios bem interessante.

Em relação ao desempenho, podemos destacar a opção de duas velocidades mecânicas, de 400 e 1400 rpm. Esse controle de velocidade é muito útil se você precisa parafusar superfícies mais sensíveis.

Outro ponto onde a PFV012I se destaca bastante é em oferecer o modo de perfuração com impacto. Com essa opção, você pode perfurar paredes de alvenaria vazada no limite de 10 mm.

Isso é um bom diferencial para essa Vonder porque na média de preço que ela é comercializada, é difícil achar concorrentes a bateria com modo de impacto que oferecem o mesmo nível de desempenho.

Por isso, a PFV012I é a melhor parafusadeira e furadeira para você ter como um produto coringa, que tenha excelente desempenho parafusando, e sirva também para fazer furos em paredes comuns, de tijolo ou bloco vazado.

Além desse bom desempenho, essa Vonder ainda conta com gatilho eletrônico, freio instantâneo que dá mais segurança no manuseio, lanterna para trabalhos noturnos, e mandril de aperto rápido que suporta brocas de até 10 mm, o que é suficiente para o uso cotidiano.

Em relação ao acabamento, essa Vonder não se destaca, mas também não faz feio. Ela conta com corpo todo emborrachado, formato ergonômico e pesa por volta de 1,1 kg, o que deixa o uso prolongado mais confortável.

Sua bateria é de 12V e 1,3 Ah, que também é padrão nesse seguimento. Em testes de autonomia feitos por usuários a PF012I consegue parafusar uma média de 150 parafusos com uma carga completa, o que a faz ser a melhor parafusadeira 12V de baixo custo em autonomia.

Os modelos intermediários de uso doméstico costumam já vir com kits de bits e brocas na maleta, e não é diferente com essa Vonder. Ela conta com um conjunto de 6 bits philips e fenda, e 6 brocas de aço rápido.

Como pontos negativos estão o acabamento um pouco inferior do mandril se comparado a versões mais caras, a bateria demorar de 3 a 5 horas para carregar, e o baixo desempenho para perfuração de concreto maciço.

Foto Real:

Reprodução: Youtube

Para quem é ideal: A Vonder PFV012I é indicada para quem procura qual a melhor parafusadeira, e deseja um modelo intermediário para uso doméstico de ótimo desempenho e qualidade, que vai suprir a necessidade da maioria dos usuários domésticos.

Tenha acesso a uma ótima oferta!

 

 

Bosch GSR 7-14

A Bosch é uma das maiores fabricantes de ferramentas do mundo, e uma das marcas mais queridas pelos brasileiros. Hoje a empresa tem uma excelente opção se você procura pela melhor furadeira e parafusadeira: a GSR 7-14.

Principais Prós:

  • Modelo intermediário com melhor desempenho;
  • Parafusa e fura com rapidez e precisão;
  • Robustez e durabilidade acima da média;

Principais Contras:

  • Não possui pegada emborrachada;
  • Um pouco desbalanceada;
  • Maleta sem nenhum acessório;

A GSR 7-14 é de longe a melhor parafusadeira com fio do mercado brasileiro, e uma das versões mais indicadas se você também precisa de algo que funcione como furadeira mais “parruda”.

Parafusadeiras com fio são mais raras, mas muita gente as prefere por questões de trabalho, e principalmente, preço, já que elas costumam custar menos que as ferramentas a bateria. E a GSR 7-14 é o produto exemplo dessa categoria.

Seu primeiro grande diferencial é o desempenho. Ela conta com duas velocidades mecânicas, de 400 e 1400 rpm, que junto com seus 24 ajustes de torque ajudam você a encontrar o melhor balanço para cada tipo de parafuso e superfície.

Ela tem alcance de perfuração de 23 mm em madeira, 14 mm em aço e 10 mm em alvenaria (tijolo e bloco vazado). Esses alcances nominais são excelentes para um produto de nível intermediário, sem impacto.

A Bosch informa na caixa que a GSR 7-14 tem 10,3 n.m de torque, porém, segundo testes de consumidores, é possível perceber que na realidade essa máquina tem muito mais torque.

Ela é capaz de parafusar e desparafusar com precisão e velocidade muito boas, sem engasgos ou travas, tanto em madeira, quanto em metal. Isso a torna um produto muito indicado se você faz trabalhos de marcenaria com frequência, mas não precisa de um modelo top de linha.

Mas o grande diferencial da GSR 7-14 é também ter um excelente desempenho em perfuração.

Mesmo não tendo a função impacto, seu desempenho como furadeira é ótimo. Ela é capaz de perfurar madeira com brocas chatas de até 40 mm rapidamente e sem engasgos, o que pouquíssimas máquinas dessa categoria conseguem.

Em testes em paredes de tijolo vazado feitos por consumidores na internet ela também se mostra mais que suficiente, dando conta até de brocas maiores que as indicadas no manual, de 12 mm. Porém, por não ter impacto, ela continua não indicada para concreto maciço.

Em relação ao acabamento, o ponto que se destaca é o mandril de aperto rápido de 10 mm, que é de plástico, porém de excelente qualidade, com encaixes muito bem finalizados.

Muitos consumidores fogem de modelos com fio por terem medo de ficarem dependentes de extensões.

Mas isso não vai acontecer com a GSR 7-14

Ela conta com cabo de energia de 4 metros, que é mais que suficiente para a maioria dos trabalhos, sejam eles de perfuração ou parafusamento.

Como pontos negativos estão o fato dela não ter pegada emborrachada, o que pode criar calos no uso prolongado, não ter nenhum acessório na caixa, e ser um pouco desbalanceada, com o peso mais concentrado na parte da frente da pistola.

Foto Real:

Reprodução: OLX

Para quem é ideal: A Bosch GSR 7-14 é indicada se você busca pela melhor furadeira e parafusadeira, e precisa de uma ferramenta “pau pra toda obra”, que tenha excelente desempenho tanto no parafusamento, quanto na perfuração, que seja muito confiável e tenha durabilidade diferenciada.

Tenha acesso a uma ótima oferta!

 

 

Bosch GSB 180-LI

Além de ter uma das melhores furadeiras e parafusadeiras, a Bosch também tem um excelente modelo intermediário, ideal se você está buscando uma ferramenta com dupla função e funcionamento a bateria: a GSB 180-LI.

Principais Prós:

  • Torque bem alto;
  • Excelente acabamento;
  • Bateria com bom rendimento;

Principais Contras:

  • Ausência de mostrador de nível de carga;
  • Lanterna mais fraca;
  • Bosch retirou kit de brocas;

A GSB 180-LI é uma das melhores parafusadeiras se você está procurando um produto a bateria com preço mais intermediário, porém que já tenha desempenho e qualidade de construção próxima a versões top de linha.

Essa Bosch tem um ótimo desempenho tanto no parafusamento de madeira e metal, quanto para perfuração de paredes de alvenaria tradicional. Ela conta com duas velocidades mecânicas de 500 e 1900 rpm, 20 ajustes de torque, com força total de 55 n.m.

O bom nível de torque máximo casa muito bem com a velocidade em baixa rotação e as 20 posições na coroa, o que faz a GSB 180-LI ser muito versátil na hora de parafusar. Ela dá conta de parafusos grossos em diversas superfícies, sem engasgar ou perder força.

Já em relação a perfuração, essa Bosch também não faz feio em comparação com as concorrentes. Sua função de impacto é mais que suficiente para dar conta de paredes de alvenaria comum, com furo máximo de 10 mm.

Em relação a madeira, ela tem desempenho ainda melhor. É possível utilizar brocas chatas grandes, de 40 mm e também com dentes, sem que a máquina apresente dificuldades ou travas.

Mas o grande diferencial da GSB 180-LI é o acabamento

Como é natural nos produtos Bosch, essa máquina tem qualidade de construção muito diferenciada.

Começando pelo mandril de aperto rápido, que tem escudo metálico bem resistente que protege contra impactos, e um material que envolve a junção do mandril com a pistola, que evita a entrada de poeira.

O plástico azul da carcaça tem excelente aparência, e a sua parte traseira é toda emborracha, o que deixa o manuseio prolongado mais confortável. Ela também se destaca pelo fácil acesso as escovas do motor, através de um botão, que permite que você mesmo troque essa peça quando precisar.

A sua bateria é de 18V e 1,5 Ah, o que é excelente para um produto de preço mais intermediário. Isso favorece o desempenho da máquina, e ainda aumenta a autonomia de carga.

Ela conta com carregador rápido, que dá uma carga completa em aproximadamente 1 hora, e ainda vem com uma bateria extra, que evita que você tenha que parar o trabalho para carregar.

Ela é um dos modelos mais em conta que acompanha bateria extra atualmente

Como pontos negativos estão a ausência de um mostrador de carga, a lanterna ser menos intensa que as principais concorrentes, e a Bosch ter retirado o kit de brocas e bits que vinham na maleta, que deixavam o custo benefício dela ainda melhor.

Foto Real:

Reprodução: Mercado Livre

Para quem é ideal: A Bosch GSB 180-LI é indicada se você procura qual a melhor parafusadeira, e quer o modelo intermediário a bateria com melhor desempenho e acabamento da atualidade, com excelente performance em diversas superfícies, bateria extra e pegada confortável.

Tenha acesso a uma ótima oferta!

 

 

Análise da melhor parafusadeira profissional

Chegamos à análise das melhores parafusadeiras e furadeiras profissionais top de linha, que partem de R$ 700 em média.

Elas são indicadas para você que faz trabalhos manuais com frequência, ou está começando a atuar como profissional, e precisa de uma ferramenta com desempenho superior. Vamos a elas:

Tabela comparativa:

 Stanley
SCH20
Dewalt
DCD796
[Celular/Tablet]
Arraste →
Níveis Torque/
Força
22+2
45 n.m
14+2
70 n.m
Limite
Perfuração
Madeira: 35 mm
Aço: 13 mm
Alvenaria: 13 mm
Madeira: 40 mm
Aço: 13 mm
Alvenaria: 13 mm
Mandril1/2 - 13 mm1/2 - 13 mm
Bateria/
Carregamento
20V - 1,3Ah
1 hora
20V - 2Ah
1 hora
Velocidades/
RPM
2 - 350/15002 - 550/2000
Peso
Aprox
1,6 kg1,6 kg
ONDE
COMPRAR

 

Stanley SCH20

A Stanley é uma das marcas de ferramentas mais antigas do mundo. Hoje a empresa tem um bom produto se você procura pela melhor parafusadeira do mercado, e quer um modelo profissional de entrada: a SCH20.

Principais Prós:

  • Melhor parafusadeira profissional de entrada;
  • Bateria de boa tensão e autonomia;
  • Função impacto muito eficiente;

Principais Contras:

  • Ausência de led indicador de carga;
  • A Stanley não oferece baterias maiores;
  • Baixa disponibilidade nas lojas;

A SCH20 é um dos modelos mais vendidos da Stanley atualmente, e isso se justifica, porque ela pode ser considerada um produto profissional de entrada, ou seja, indicada se você vai fazer uso doméstico mais intenso, ou está começando como profissional, e precisa de algo com bom custo benefício.

Ela é uma máquina bem forte, que dá conta da maioria das brocas e parafusos. Ela tem 45 n.m de torque, distribuídos em 22 níveis, e alcança perfuração de 35 mm em madeira, 13 mm em aço e 13 mm em alvenaria.

Em testes de usuários no Youtube é possível verificar que ela se sai muito bem com parafusos grandes, e também com brocas chatas mais largas, de até 40 mm em média.

Ela também se diferencia na hora de furar alvenaria. Sua função de impacto é mais eficiente que parafusadeiras de 12V, funcionando muito bem em tijolo e bloco de concreto vazado. Para concreto maciço ela não é a mais indicada, mas pode quebrar um galho no dia a dia.

Ela conta com lanterna para trabalhos noturnos, mandril de aperto rápido de ½ polegada, freio instantâneo e tem o bom diferencial de ter um porta bit na sua base, o que facilita a organização do trabalho, principalmente em marcenaria.

Suas baterias possuem alta tensão de 20V, o que permite um desempenho melhor do seu motor. Ela possui nível de corrente mais baixo que concorrentes (1,3 Ah), mas conta com um carregador rápido na maleta, que permite carregamento em até 75 minutos.

Em testes de usuários podemos verificar que a SCH20 tem autonomia média de 230 parafusos médios por carga. Por contar com bateria extra e carregador rápido, ela dá conta tranquilamente de um dia inteiro de trabalho de marcenaria ou metalurgia.

A qualidade de construção dessa máquina é outro ponto que se destaca bastante. A Stanley caprichou no acabamento, já que ela tem corpo todo emborrachado com pegada ergonômica, é bem balanceada em relação ao peso, e seu mandril é feito de um plástico de ótima aparência.

Como pontos negativos estão a falta de um LED indicador de carga, que é muito útil para não ficar na mão no meio da manutenção, e a impossibilidade de comprar uma bateria maior de 4 ou 6 Ah compatível, o que é uma necessidade comum de quem faz uso profissional.

Foto Real:

Reprodução: madeiranit

Para quem é ideal: A Stanley SCH20 é indicada para quem procura qual a melhor parafusadeira e furadeira, e quer um produto que pode ser considerado profissional de entrada, que vai ser top de linha para uso doméstico, e um ótimo custo benefício para uso em manutenções profissionais.

Tenha acesso a uma ótima oferta!

 

 

Dewalt DCD796

Assim como a Stanley, a Dewalt é uma marca de ferramentas muito antiga, sendo muito forte no segmento industrial. Hoje, a empresa tem a máquina mais avançada para quem procura qual a melhor parafusadeira profissional: a DCD796.

Principais Prós:

  • Desempenho muito superior;
  • Profissional mais compacta;
  • Motor brushless e lanterna com ajuste;

Principais Contras:

  • Poderia ter empunhadura lateral;
  • Não tem versão só com a pistola;
  • Preço mais elevado;

A DCD796 é a melhor parafusadeira dewalt, já que é o modelo com melhor relação de desempenho profissional top de linha, tamanho e custo.

Seu primeiro grande diferencial, como não deixaria de ser, é a sua força de trabalho. Ela conta com 70 n.m de torque, que fazem ela entregar um desempenho superior.

Com ela, você conseguirá utilizar parafusos grossos e bem compridos, com rapidez e sem engasgos. Em testes no Youtube, é possível conferir usuários utilizando parafusos de 20 centímetros de comprimento, ou serras copo de até 75 mm de diâmetro, com rapidez e sem engasgos.

A DCD796 também conta com duas velocidades mecânicas, e função de impacto. Em testes de usuários também é possível conferir seu excelente desempenho em blocos de concreto maciço, o que é muito difícil de encontrar em parafusadeiras compactas.

Falando em tamanho, esse também é em excelente diferencial dessa Dewalt. Mesmo tendo a força de uma furadeira de impacto com fio, ela tem o tamanho de um produto doméstico.

Ela tem apenas 19 cm da ponta do mandril até o motor, e pesa 1,6 kg, o que a torna uma excelente ferramenta para ser usada em trânsito constante, e também aumenta o conforto no uso cotidiano.

Quem procura qual a melhor parafusadeira profissional também está atrás de um produto que entregue acabamento premium, boa durabilidade e resistência.

E se esse é o seu caso, a DCD796 é uma ótima escolha

Isso porque esse modelo conta com o melhor tipo de acabamento que você pode encontrar em uma parafusadeira. Seu mandril de aperto rápido é feito de metal, o que aumenta demais a resistência dessa peça, que fica mais exposta a impactos.

Seu corpo é totalmente emborrachado, e ela tem uma pegada ergonômica, que deixa o uso bem confortável.

Outro excelente diferencial é o fato da DCD796 ter um motor brushless, que não possui escovas de carvão. Além de ser muito mais moderno e durável, um motor sem escovas permite que a pistola seja mais leve e balanceada, o que favorece bem o uso profissional.

Outro destaque dessa Dewalt é a sua lanterna. Ela tem 3 níveis de intensidade, sendo que no último ela pode funcionar até como lanterna convencional, de tanto que ilumina. Essa luz tem controle independente na base da pistola, e tem duração média de 30 minutos.

Sua bateria também é um bom diferencial. O modelo DCD796D2 vem com duas unidades de 20V e 2Ah. As baterias de parafusadeiras domésticas normalmente tem 12V e até 1,5Ah.

Uma bateria maior garante mais força ao motor, e ainda carrega mais rapidamente. Essa Dewalt conta com carregador rápido, que completa a carga em aproximadamente 1 hora.

Com uma carga, a DCD796 é capaz de parafusar em média 230 parafusos médios, o que é uma excelente autonomia para um dia de trabalho, contando com o uso das duas baterias.

Como pontos negativos estão o fato dela não ter uma empunhadura lateral, já que possui força o suficiente para furar concreto maciço, e esse apoio seria importante, e a falta de uma versão só com a pistola, que seria melhor para quem já tem os acessórios.

Foto Real:

Reprodução: Youtube

Para quem é ideal: A Dewalt DCD796 é indicada se você busca pela melhor parafusadeira de impacto, e quer um produto top de linha, de desempenho muito diferenciado e qualidade de construção bem superior, mas que mantenha um tamanho compacto e tenha ótima autonomia de bateria.

Tenha acesso a uma ótima oferta!

 

 

Análise da melhor parafusadeira em custo benefício

Para finalizar, chegamos aos modelos do tipo “bom e barato”, que custam até R$ 300 em média.

Eles são os mais indicados se você vai utilizar a parafusadeira de vez em quando, para trabalhos esporádicos, ou quer algo para uso em informática/eletros, e não precisa da função de impacto. Vamos a elas:

Tabela comparativa:

 Vonder
PFV012
Black Decker
KC4815B
[Celular/Tablet]
Arraste →
Níveis Torque/
Força
18+1
23 n.m
8+1
3 n.m
Limite
Perfuração
Madeira: 16 mm
Aço: 10 mm
Alvenaria: n/a
n/a
Mandril3/8 - 10 mm1/4 - 6,35 mm
Bateria/
Carregamento
12V - 1,3Ah
3 a 5 horas
4,8V
3 a 5 horas
Velocidades/
RPM
1 - 6501 - 200
Peso
Aprox
1 kg0,6 kg
ONDE
COMPRAR

 

Vonder PFV012

A Vonder é uma das marcas de maior sucesso entre os modelos de entrada, com ótimas versões para quem procura qual a melhor parafusadeira em custo benefício. E esse é o caso da PFV012.

Principais Prós:

  • A melhor entre as básicas;
  • Ótima autonomia de bateria;
  • Bom conjunto de acessórios.

Principais Contras:

  • Somente 1 velocidade mecânica;
  • Carregamento mais demorado;
  • Acabamento do mandril inferior.

A PFV012 é como se fosse a “irmã mais nova” da PFV012I. A grande diferença entre esses dois modelos é que a PFV012 não possui a função impacto, ou seja, não tem capacidade de furar alvenaria.

Mas mesmo assim, essa Vonder é uma excelente opção se você está buscando qual a melhor parafusadeira para uso doméstico, principalmente pelo seu preço muito atrativo, já que ela é encontrada na faixa dos R$ 230,00.

Seu primeiro bom diferencial é o conforto no manuseio, já que ela possui pegada emborrachada, e pesa somente 1 kg. Além disso, ela é uma ferramenta bem balanceada, o que dá bastante firmeza na hora de realizar tarefas que exijam perícia.

Ela conta com torque de 23 n.m segundo a Vonder, ajustáveis em 18 níveis, o que dá uma diversidade boa de intensidades de parafusamento. Seu mandril de aperto rápido é de 10 mm com escudo metálico na ponta.

Outro ponto onde essa Vonder se destaca é na duração da carga. Há pouco tempo atrás modelos populares com bateria de 12V tinham autonomia muito ruim, o que os tornava produtos quase que descartáveis com o tempo.

Mas isso não acontece com a PFV012

Mesmo tendo uma bateria com baixa tensão, ela tem autonomia surpreendentemente boa. Em testes reais de usuários no Youtube, podemos verificar que ela é capaz de pregar em média 250 parafusos médios com uma carga.

Essa é uma autonomia excelente, e é mais que suficiente para trabalhos domésticos ou uso em marcenaria amadora.

Assim como sua “irmã mais velha”, a PFV012 vem acompanhada de um kit de acessórios, que conta com 6 bits, sendo 2 fenda, 2 philips e 2 pozidrive, 1 suporte alongador, e 6 brocas de aço rápido. Isso é ideal para um produto doméstico, já que poupa o gasto da compra desses acessórios.

Como pontos negativos estão a ausência de uma segunda velocidade mecânica, o período de carregamento mais longo (3 a 5 horas), e o plástico do mandril destoar um pouco da qualidade do corpo da pistola.

Foto Real:

Reprodução: Youtube

Para quem é ideal: A Vonder PFV012 é indicada se você procura pela melhor parafusadeira em custo benefício, e quer um produto bom e barato que seja mais que suficiente para manutenções domésticas esporádicas, com bom nível de torque e ótima autonomia.

Tenha acesso a uma ótima oferta!

 

 

Black Decker KC4815B

A Black Decker é uma das maiores empresas americanas de eletrodomésticos, mas também é muito forte no ramo de ferramentas.

E no Brasil, a marca tem um excelente modelo se você procura pela melhor parafusadeira sem fio para manutenção de eletros e informática: a KC4815B.

Principais Prós:

  • A melhor para eletros e informática;
  • Ótimo kit de bits;
  • Duas configurações (pistola e bastão);

Principais Contras:

  • Falta um porta bits;
  • Função furadeira não funciona na prática;
  • Indicador de bateria fica piscando;

A KC4815B é uma parafusadeira mais básica, ou seja, só serve para parafusar. Ela até tem a opção de furadeira na coroa de ajuste, mas na prática não funciona bem para isso.

Mas para parafusamento ela vai muito bem

Por isso, essa Black Decker é a melhor parafusadeira a bateria de baixo custo se você precisa de algo mais simples, principalmente para trabalhar com manutenção de aparelhos, como eletrônicos, eletrodomésticos e informática.

Seu principal diferencial é o kit de acessórios completo. Ela conta com um conjunto de 15 bits que possuem vários tamanhos de chave philips, fenda e hexagonal, além de um alongador magnético.

Isso permite que você a utilize para montagem e desmontagem de aparelhos eletrônicos com eficiência e precisão.

Outro bom diferencial da KC4815B é ter duas posições de trabalho. A tradicional pistola, e também a forma de bastão.

O formato reto é muito útil para parafusar regiões de difícil acesso, como no meio de emaranhado de fios, ou locais onde a mão não alcança, o que a deixa ainda mais indicada para o uso em informática.

Essa Black Decker é uma das parafusadeiras simples com melhor qualidade de acabamento da atualidade. No geral seus encaixes são bem feitos, e os plásticos usados na sua construção são de qualidade.

Ela conta com alça emborrachada que favorece o conforto, lanterna que é muito útil para trabalho com eletrônicos, mostrador de nível de carga na parte superior e trava de segurança.

Sua bateria é interna e não pode ser substituída, mas ela tem a vantagem de funcionar com o fio acoplado, o que na prática, a deixa sempre disponível para o uso, basta ter uma tomada por perto.

Como pontos negativos estão a falta de um porta bits ou estojo na embalagem, a marca ter colocado uma função de furadeira que na prática não funciona, e o led indicador de bateria ficar piscando, o que dificulta a visualização.

Foto Real:

Reprodução: Youtube

Para quem é ideal: A Black Decker KC4815B é indicada se você procura pela melhor parafusadeira boa e barata, e quer um produto versátil para manutenções de eletros e informática, que tenha bom desempenho geral, um conjunto legal de acessórios e um preço muito competitivo.

Tenha acesso a uma ótima oferta!

 

 

Bônus!

 

Veja o que é importante saber na hora de procurar pela melhor parafusadeira!

 

Qual a diferença entre parafusadeira e furadeira?

Essa é a principal dúvida de quem nunca teve uma ferramenta desse tipo. Afinal, qual a diferença entre as duas?

Parafusadeira e Furadeira: Bastante diferenças (Reprodução: Extra)

O primeiro ponto é entender que existem vários modelos que funcionam como parafusadeira e furadeira, mas não existem furadeiras que funcionam como parafusadeiras.

E existem duas razões para isso

A primeira é o reverso. Para fazer um furo em alvenaria/metal/madeira, basta um sentido de rotação, já que o objetivo é fazer o movimento de ida (horário) contra a superfície.

Porém, para parafusar e desparafusar, precisamos dos dois sentidos de rotação (horário e anti-horário), e somente as ferramentas com função de parafusar tem a opção de inversão do giro.

Inversão do giro: Fundamental para desparafusar (Reprodução: Youtube)

A segunda razão é o sistema de embreagem. Você já tentou parafusar com uma furadeira normal? Provavelmente você quebrou o parafuso ou esgarçou a superfície, não é mesmo?

Parafusar com furadeira: Sempre uma má ideia (Reprodução: Ser Completo)

Para furar, é necessário mais velocidade e constância do que força, por isso, o mandril de uma furadeira não trava a broca conforme empurramos ele contra a parede.

Já para parafusar é preciso de força e precisão, por isso as parafusadeiras tem uma embreagem, que faz o mandril girar em falso caso seja empurrado com muita força. É isso que dá a precisão, e evita que o parafuso quebre ou espane com facilidade.

Embreagem: Essencial para parafusar (Reprodução: Mundo da Elétrica)

Precisa de algo para furar mais do que parafusar? Veja nossa analise das 6 melhores furadeiras de impacto!

O que é o torque?

Como comentamos, para parafusar é necessário força controlada, para não quebrar o parafuso ou esgarçar a superfície. E esse controle se dá pelo torque.

De uma maneira simples, torque é a força da parafusadeira, que é medida em newton/metro. Então quando você vir a sigla n.m, significa a força da ferramenta.

Cada parafuso e superfície vão demandar intensidades diferentes. Por isso, elas possuem uma coroa, que fica atrás do mandril, onde você pode ajustar o torque para cada situação.

Coroa: Permite o ajuste fino do torque (Reprodução: Luitex Ferramentas)

Mas como eu acho o torque ideal para cada parafuso/superfície?

Para quem ainda não tem conhecimento de materiais, é na base do teste mesmo. Selecione sempre o torque mais baixo, e vá aumentando conforme a parafusadeira pedir mais força. Quando você achar o ideal, basta usar sempre o mesmo nível para aquele parafuso ou superfície.

O que é a função impacto e para que serve?

Nas parafusadeiras que funcionam como furadeiras, além dos níveis de torque, também podem existir dois modos extras: perfuração com ou sem impacto.

A opção sem impacto serve basicamente para furar metal e madeira. Geralmente, todos os modelos com essa opção têm desempenho satisfatório nessas superfícies.

Perfuração sem impacto: Indicado para metal e madeira (Reprodução: Youtube)

A exceção são as parafusadeiras menores, de até 8 n.m, que até podem possuir função de perfuração, mas não são indicadas pra isso.

Já com impacto a situação é um pouco diferente

Essa função liga um sistema que dá “socos” na parede. Ou seja, além de girar, a broca dá pequenos solavancos pra frente e pra trás, que ajudam a romper superfícies duras de alvenaria.

Função impacto: Uma catraca produz solavancos na broca (Reprodução: Faz Fácil)

Mas “alvenaria” é uma palavra muito ampla. No geral, as paredes no Brasil são feitas de tijolo vazado, bloco de concreto vazado ou bloco de concreto maciço.

Parafusadeiras mais simples de 12V com impacto vão dar conta de furar tijolos e blocos vazados sem problemas, mas não concreto maciço.

Bloco e tijolo vazado: Praticamente todos modelos com impacto são conta (Reprodução: Youtube)

Ter que furar concreto com frequência é algo incomum, mas se você precisar, é melhor escolher versões profissionais, de 20V e a partir de 1500 rpm.

Concreto maciço: Somente modelos profissionais tem boa performance (Reprodução: Youtube)

Agora se você está procurando algo para trabalho em construção civil pesada, é melhor ter dois aparelhos separados, uma parafusadeira, e uma furadeira de impacto ou martelete pneumático.

Furadeira de impacto convencional: Melhor para trabalho em alvenaria (Reprodução: Portal da Construção)

O que são as velocidades da parafusadeira?

Você já reparou que existe uma chave em cima da parafusadeira, com os números 1 e 2?

Seletor de velocidade (Reprodução: Youtube)

São as velocidades mecânicas

A velocidade 1 vai de 400 até 600 rpm dependendo do modelo. Ela é mais lenta, mas mais forte.

Por isso, ela é a velocidade mais indicada para parafusar, ou quando a ferramenta não estiver dando conta de romper alguma superfície no modo furadeira.

Posição 1: Para parafusar ou romper superfícies difíceis (Reprodução: Youtube)

A velocidade 2 vai de 1400 rpm em versões básicas a mais de 2000 em profissionais. Ela é mais rápida, porém mais fraca.

A posição 2 é a ideal para usar como furadeira. Não é indicado usar a posição 2 para parafusar, e em casos em que você estiver furando superfícies muito sensíveis, é indicado mudar para a posição 1.

Posição 2: Basicamente para furar (Reprodução: Mercado Livre)

Em resumo:

  • Posição 1: Parafusar sempre, furar quando precisar de mais força ou para superfícies muito delicadas;
  • Posição 2: Furar sempre, não indicada para parafusar em geral.

Bateria: a grande evolução da parafusadeira

Esse foi o ponto onde as parafusadeiras mais evoluíram nos últimos anos. Antigamente, as baterias “viciavam”, e rapidamente eram descartadas. Além disso, não eram intercambiáveis, o que te prendia a somente um modelo de bateria.

Hoje tudo mudou

As baterias são de ion lítio, como as de celulares, que não viciam e funcionam por ciclos. Além disso, as marcas de ferramentas estão padronizando o encaixe. Por exemplo, você pode usar a bateria de um esmeril na sua parafusadeira, se forem compatíveis.

Bateria slider: Fáceis de usar e compatíveis em mais aparelhos (Reprodução: Pinterest)

Também é importante ficar de olho na tensão e na corrente

A tensão é medida em volts. No geral, modelos de entrada possuem tensão de 12V, e versões profissionais de 18 a 20V. Quanto maior a tensão da bateria, mais o motor tende a ser eficiente, o que dá mais torque e força a máquina.

Bateria de 12V e 1,3Ah: Equipa os modelos mais simples (Reprodução: Vonder)

Já a corrente está mais ligada a vida útil e autonomia da bateria. As ferramentas básicas têm corrente média de 1,3 a 1,5 ampere/hora (Ah). Já as profissionais costumam vir de fábrica com baterias de 2 ampere/hora.

Bateria de 20V e 2Ah: As que equipam modelos profissionais (Reprodução: Loja do Mecânico)

De forma simples, isso significa que baterias que 2 Ah vão ter duração média 2x maior que uma de 1 Ah. Por isso, se você for usar a ferramenta todos os dias por muitas horas, é legal escolher algo de 2 Ah, ou até comprar baterias maiores separadamente (4 ou 6 Ah).

Baterias maiores: Compradas separadamente (Reprodução: Loja do Mecânico)

Boa dica: Se você não quer ter o risco de parar o trabalho por falta de carga, opte sempre por modelos que vem com duas baterias. Enquanto uma carrega, você utiliza a outra.

As brocas, os bits e o mandril

Outro ponto fundamental na hora de escolher pela melhor parafusadeira e furadeira de impacto é saber antes sobre as brocas, os bits e a compatibilidade deles com o mandril.

As Brocas

As brocas são usadas para furar. Elas são medidas em milímetros ou polegadas. Uma broca de 10 mm equivale a 3/8 de polegada, por exemplo.

Brocas: Tamanho se refere ao diâmetro (Reprodução: Casas Bahia)

Existem basicamente 4 tipos de brocas:

Aço rápido: São as de uso mais geral, indicadas principalmente para metal, mas também podem ser usadas para madeira.

No uso constante em madeira elas podem apresentar danos com o tempo, mas funcionam. Para furar metal é indicado lubrificá-las com óleo antes do manuseio.

Broca de aço rápido: Ideal para aço, pode ser usada em madeira (Reprodução: Loja do Mecânico)

Broca de widia: São as indicadas para furar concreto, já que possuem estrutura reforçada e uma pasta de metal duro na ponta, que serve para romper material maciço.

As brocas de widia servem exclusivamente para alvenaria. Elas estragam outras superfícies.

Broca de widia: Exclusivas para alvenaria (Reprodução: Loja do Mecânico)

Broca para madeira comum: As brocas de madeira são bem mais escuras que as demais. Elas têm a cabeça bem chata, e uma ponta, que serve para direcionar muito bem o furo.

Elas entregam um furo com acabamento e precisão muito melhor que as brocas de aço. Então se você procura pela melhor parafusadeira para marcenaria, adquira um conjunto delas.

Broca de madeira comum: Fundamentais para marcenaria (Reprodução: Ferimport)

Broca chata: Elas também são indicadas para madeira, mas para abrir furos grandes, de 15 a 60 mm de diâmetro em média.

Elas têm a mesma ponta de precisão, mas como o nome diz são chatas, o que alarga o buraco.

Broca chata: Para buracos de 15 a 60 mm (Reprodução: Bonnier)

Também existem as brocas fostner, que não são chatas, possuindo duas “asas” de cada lado. Elas também servem para fazer furos largos, mas dão um acabamento bem melhor que as chatas.

Precisando de mais ferramentas? De uma olhada na nossa análise das melhores lavadoras de alta pressão!

Broca Fostner: Melhor acabamento em madeira (Reprodução: Aliexpress)

Serra copo: A serra copo não é bem uma broca, e sim uma serra, mas que é usada junto a parafusadeira/furadeira.

Ela serve para fazer buracos, que a broca chata não alcançaria. Existem serra copos para madeira, metal e até para alvenaria, de tamanhos bem grandes (até 200 mm!).

Serra copo: Para fazer buracos largos (Reprodução: Guia55)

Os Bits

Os bits são as ponteiras da parafusadeira. Eles são magnéticos, e normalmente são divididos entre 25 e 50 mm de diâmetro. Os mais comuns são do tipo fenda, philips (chave estrela) ou hexagonal, mas existem dezenas de padrões de ponteiras diferentes.

Bits: Ponteiras para parafusar (Reprodução: Pamer Ferramentas)

Também existem os bits tipo soquete, que são usados em parafusos sextavados, com cabeça que fica para fora da parede.

Soquete para parafuso sextavado (Reprodução: Youtube)

Outra peça importante é o alongador magnético, que permite que você alcance locais mais difíceis na hora de parafusar.

Alongador: Importante para alcançar locais difíceis (Reprodução: schachermayer)

Se você estiver comprando uma ferramenta para marcenaria ou metalurgia amadora, é legal investir em um conjunto de bits completo, com mais de 50 peças. Agora se você só quer algo que te “salve” no dia a dia, um conjunto básico de philips e fenda já resolve.

Maleta de bits: Indicada para uso profissional (Reprodução: Casas Bahia)

O Mandril

Mandril é a peça que prende a broca ou o suporte do bit na parafusadeira/furadeira.

 

Mandril de aperto rápido: Padrão nas parafusadeiras (Reprodução: Guia55)

No caso das parafusadeiras, a imensa maioria dos modelos já vem com mandril de aperto rápido, que dispensa a necessidade da chave de mandril.

Os mais básicos são de plástico, e os modelos profissionais têm mandril de metal. No geral, eles devem ter escudo metálico para proteger de impactos, e alguns são selados, o que impede a entrada de sujeira no motor.

Agilidade: Não é necessário uso de chaves em parafusadeiras (Reprodução: Portal da Construção)

Algumas dicas úteis sobre parafusadeira

Para finalizar, algumas dicas gerais para ficar de olho na hora de procurar pela melhor parafusadeira do mercado:

Gatilho eletrônico: Hoje a maioria dos modelos a bateria conta com gatilho com controle gradual de velocidade.

Antigamente, você não conseguia controlar a velocidade no gatilho, era apertar e ver a broca girar “desembestada”. Hoje, você controla a velocidade gradualmente no dedo, o que deixa o trabalho bem mais seguro e preciso.

Gatilho eletrônico: Permite controle gradual do giro (Reprodução: Youtube)

Freio instantâneo: Outra evolução das versões antigas. Antes, a broca demorava alguns segundos para parar de girar quando o gatilho era solto.

Hoje, a maioria dos modelos tem freio instantâneo, que para a rotação na hora que o gatilho é solto.

Freio instantâneo: Traz mais segurança ao manuseio (Reprodução: Youtube)

Lanterna de LED: Esse foi um recurso muito legal que chegou nas parafusadeiras. Só quem trabalha a noite sabe como é difícil parafusar em ambientes escuros.

A luz de led ajuda a iluminar o local, o que deixa a manutenção bem mais rápida e precisa. Parece simples, mas faz diferença adquirir uma ferramenta com lanterna.

Lanterna: Faz muita diferença no trabalho noturno (Reprodução: Ferramentas Gerais)

Peso e acabamento: Se você está procurando a melhor parafusadeira para uso profissional, ou doméstico intenso, por longos períodos sem parar, é muito importante ficar de olho no peso e acabamento.

Hoje as parafusadeiras a bateria pesam em média de 1 a 1,6 kg, o que é ok para uso prolongado. Mais que isso já começa a exigir pausas para evitar fadiga e dores no braço.

Para uso intenso também é importante ficar de olho se o modelo escolhido tem pegada emborrachada (soft grip). Isso deixa o manuseio muito mais confortável, e evita o surgimento de calos na mão.

Soft Grip: Pegada emborrachada previne calos na mão (Reprodução: Loja do Mecânico)

Parafusadeira: A melhor amiga da galera faz tudo!

Essas foram as dicas do Guia do Eletro para você que procura pela melhor parafusadeira em 2021. Agora é só escolher a que mais se encaixa com as suas necessidades!

Até a próxima análise!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.